Você é favor da lei da mordaça?

quinta-feira, 30 de abril de 2009

FALTA POUCO PARA 2010

PSDB lança Bocalom para governo do Estado




O PSDB é outro partido de oposição que abre sua campanha para a disputa do governo estadual nas eleições do próximo ano. No seminário que estará promovendo amanhã na escola Armando Nogueira com os representantes de 22 diretórios municipais, com 14 vereadores e com o senador paranaense Álvaro Dias (PSDB), a direção do partido deverá anunciar para aclamação a candidatura do ex-prefeito Tião Bocalon (PSDB) ao governo. O secretário-geral Frank Lima disse ontem à TRIBUNA que, com essa manifestação, além de se unificar o discurso do partido, acabará de vez com a especulação na imprensa de que Bocalon estaria blefando e poderia disputar uma vaga no Senado ou na Câmara dos Deputados.“Nós respeitamos o direito do PMDB de ter o ex-vereador Rodrigo Pinto como seu candidato ao governo, mas não espere ser ele o único candidato da oposição, porque o PSDB, por unanimidade, sacramentou a candidatura de Tião Bocalon. Para nós, é muito bom que a oposição tenha dois candidatos, porque isso amplia a alternativa de escolha”, destacou o secretário tucano.“Sobre o Senado, não existe uma definição de quem será o candidato do PSDB. Até o momento, colocaram seus nomes para a apreciação do partido o ex-deputado federal Sérgio Barros, o ex-prefeito Normando Sales e o empresário Fernando Lage, mas apenas um será escolhido”, explicou Frank Lima.“Sobre os deputados que se rebelaram contra a Executiva Regional, Donald Fernandes (PSDB) e Luiz Gonzaga (PSDB), eles serão chamados ao diretório regional para se buscar um entendimento e mostrar-lhes que o PSDB tem comando, tenta uma reaproximação, mas quem não quiser se enquadrar terá que deixar o partido,” alertou o dirigente tucano. Considera que a posição do deputado Luiz Gonzaga é a mais radical, porque tem dado sinais claros de que não pretende mais continuar no PSDB.“Se quiser, montaremos a mesma estratégia que o PT montou com o deputado Mazinho Serafim (PSDB), que o expulsou e ficou liberado para buscar outra sigla. O deputado Luiz Gonzaga não pode é ficar insatisfeito, pois na eleição do próximo ano quem não aderir e fizer campanha para os nossos candidatos ao governo e ao Senado sofrerá as medidas jurídicas cabíveis”, disse o dirigente.Para a disputa de vagas na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados o PSDB, segundo seu secretário-geral, existem duas situações diferentes: para deputado estadual, o partido sairá com chapa própria e, para deputado federal, entrará no chapão a ser formado pelos demais partidos de oposição.Frank prevê eleições para governador e senador no Acre como muito equilibradas, porque os partidos de oposição saíram mais fortalecidos das eleições municipais e com a vantagem de ter José Serra como favorito para ser eleito a presidente, o que ajudaria a puxar para cima os candidatos majoritários regionais.(A TRIBUNA)

1 Opinião dos leitores:

Renato 1 de junho de 2009 17:54  

gostei da iniciativa, parabéns pra voces organizadores.

torço pra essa cidade continue na luta pela vida melhor.

AONDE VOCÊ ESTA

ONDE VOCÊ ESTA

Seguidores

MERCADO FINANCEIRO

Our Blogger Templates Web Design


Torne o blog Quinari no ar, a sua pagina inicial.

  © Blogger templates 'Sunshine' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP